Todos choram por Bebé (nova corrida, nova desventura)

Uma camisola De outro Mund
07/03/2017
Só Mitroglou não tem frio (também está em casa)
07/03/2017

Todos choram por Bebé (nova corrida, nova desventura)

23-2-17 MONDRAGON EIBAR


Desde que deixou Guimarães, em 2009, sem cumprir qualquer jogo oficial pelos vitorianos, Bebé já vestiu oito camisolas diferentes. O avançado hoje com 26 anos tem colecionado títulos nos rankings dos maiores flops do futebol. A sina continua a cumprir-se.
Esta época, o Eibar gastou 1,5 milhões de euros na sua contratação. Aquém, é verdade, dos 9 milhões de euros que há uns anos o Manchester United ofereceu pelo jogador, gerando uma inesperada mais valia num Vitória então aflito financeiramente.
A sua nova aventura, em Guispúscoa, no País Basco, até começou bem nos torneios de Verão, tornando-se a estrela da companhia e fazendo esquecer o facto de vir de duas descidas consecutivas (Córdova e Rayo Vallecano). Mas foi tudo prematuro. O campeonato começou e com ele o eclipse do jogador português nascido em Lisboa.
Os quatro golos que marcou não convenceram nem o treinador, José Luis Mendilibar, nem a afición. Nos últimos 12 jogos da equipa de azulgrana, foi titular em apenas três e ficou sempre em branco.
Mas não parece ser esse o problema do Eibar com Bebé. A grande questão tem a ver com o términus do seu contrato – no ainda distante junho de 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *