Jardel fala do prémio de que Dias da Cunha teve medo e do golo (em fora de jogo?) que derrotou o Leixões na final da Taça [vídeo]

Deus apareceu em Nápoles e, sim, confirma-se, tem barba branca
22/03/2017
Marinho Peres já tem 70 anos
22/03/2017

Jardel fala do prémio de que Dias da Cunha teve medo e do golo (em fora de jogo?) que derrotou o Leixões na final da Taça [vídeo]

IMG_6733.JPG
Jardel deu uma entrevista ao programa “Senadores”, da Sporting TV, e falou com muito carinho daquele que considerou ser o seu primeiro grande rumo ao futebol mundial, quando participou no Campeonato do Mundo de sub-20 que se disputou, em 1993, na Austrália. Super Mário jogou pouco mas foi campeão do mundo (eis a foto de todos os campeões de um campeonato no qual Portugal perdeu os três jogos da primeira fase).
O grande goleador que vestiu as camisolas de FC Porto e Sporting disse que está disposto a trazer mais talentos brasileiros para o futebol português e contou uma história relativa à sua chegada ao Sporting. “Quis acertar com o presidente [Dias da Cunha] um prémio para ser o melhor marcador e campeão, como tinha feito no FC Porto, mas ele teve medo”, revelou.

“Eu ganhava bem só que resolvia”, disse ainda no programa conduzido por Fernando Correia. Jardel viu a repetição de muitos golos que marcou, entre eles o que deu a vitória ao Sporting na final da Taça de Portugal contra o Leixões. “Aí eu (…) estava fora de jogo”, comentou sobre o lance validado por Olegário Benquerença, com Fernando a Correia a apressar-se a dizer que não estava em off-side. “Ah, foi no jogo do FC Porto”, acrescentou Jardel após uma pausa…
Jardel ainda jogou com Cristiano Ronaldo. “Não vi assim…foi uma surpresa para mim”, respondeu à pergunta sobre o que na altura pensava do CR7 que estava a fazer a sua primeira temporada na equipa principal do Sporting.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *