Couceiro: "Há muitos anos quando se perdia a culpa era sempre do árbitro"

Adepto do Leixões pede palmas e não assobios [vídeo de protestos]
22/03/2017
Madureira mobiliza adeptos para a compra de bilhetes em vias alternativas
22/03/2017

Couceiro: "Há muitos anos quando se perdia a culpa era sempre do árbitro"

Home_JoseCouceiro
José Couceiro reagiu hoje, em declarações à Sport TV, às críticas feitas ao antijogo praticado pela sua equipa no Dragão, considerando “muito redutor” o que se disse. Para o antigo técnico do FC Porto, “a análise ao jogo tem de ser muito mais profunda e é preciso saber, por exemplo, como foi o critério disciplinar do árbitro e perceber como o foi tratamento a esse nível à nossa equipa”. Isto para se chegar à conclusão “que o tratamento foi desigual”. Porque em Portugal “há três clubes e os outros”.
O técnico dos sadinos disse entender aquilo a que chama “estratégias de comunicação” e sublinhou que “há muitos anos havia equipas que sempre que perdiam a culpa era dos árbitros”, situação que, no seu entendimento, “não resolve problemas estruturais”.
Quanto aos três penáltis que o FC Porto alega que ficaram por assinalar a seu favor, Couceiro admite que num desses lances, sim, o árbitro errou. “Observamos sempre estes lances consoante as paixões”, acrescentou quem pensa que a equipa que está mais forte e melhor no Campeonato é o FC Porto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *