Chapecoense apanhou quatro aviões

Nuno Manta Santos nos trinques (em breve, tudo sobre o técnico-revelação)
10/03/2017
O Pierre que atingiu o Benfica
10/03/2017

Chapecoense apanhou quatro aviões

A notícia é que a Chapecoense voltou a voar e uma longa viagem que durou 54 horas no total da ida e da volta e com quatro aviões e seis escalas!
O clube que chocou o Mundo no terrível acidente, em novembro do ano passado, jogou na Venezuela, para a Copa dos Libertadores e teve de iniciar a viagem no domingo para jogar terça-feira e com um trajecto até semelhante ao do fatídico dia que acabou com a morte de 71 pessoas quando a comitiva da Chapecoense seguia para Medellin, na Colômbia.
Desta vez, o grupo seguiu num voo charter entre Chapecó e São Paulo e dormiu na capital paulista, seguindo 2.ª feira para o Panamá, num voo regular da companhia Copa Airlines. Depois da escala no Panamá, a última escala da viagem foi até Macacaibo, na Venezuela, seguindo-se a volta até Chapecó, com o mesmo trajeto, onde os jogadores só chegaram hoje…
Com Artur na baliza, antigo guarda-redes do Sp. Braga e Benfica, a Chapecoense acabou por ganhar o jogo, por 2-1, e a equipa brasileira foi ovacionada pelos cerca de 40 mil adeptos venezuelanos que lotaram o estádio do Zulia. Isto na semana em que se completam 100 dias da tragédia de Medellin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *