Benfica apanhado na rede de arrasto?

"Palhaços, joguem à bola", canta o plantel do Boavista
30/12/2017
Rúben Ribeiro está no banco
30/12/2017

Benfica apanhado na rede de arrasto?

O “Correio da Manhã”, em geral muito bem informado, estampou em manchete a notícia de uma investigação da Polícia Judiciária ao título conquistado em Benfica na época de 2015/2016, a do tricampeonato. Segundo este jornal, pelo menos dois jogadores do Rio Ave, alguns dos envolvidos no recente caso da alegada manipulação do resultado do jogo Feirense-Rio Ave da última temporada, terão sido envolvidos por empresários ligados ao Benfica para facilitar nesse jogo que os encarnados venceram por 1-0. Falta conhecer a fundo a investigação enquanto o Benfica nega qualquer tipo de envolvimento. Mas parece estarmos aqui perante o habitual efeito “de arrastão” que estas investigações costumam provocar. Ou seja, quando se investiga um caso específico através da análise de escutas telefónicas e de mensagens via telemóvel muitas vezes surgem outras situações. Lembram-se das famosas certidões do processo Apito Dourado? Precisamente, este processo começou por ser uma investigação aos jogos do Gondomar na 2.ª Divisão B e rapidamente saltou para uma investigação aos jogos de FC Porto e Boavista (entre outros) como consequência do resultado das escutas, que envolveram desde o início o então presidente da Liga de Clubes, Valentim Loureiro.
Vamos ver o que isto dá na certeza também de que não há fugas de informação inocentes na nossa PJ pois estas por norma só prejudicam a investigação…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *