O toque de Midas da FPF

Já se pode dizer hoje que a Federação Portuguesa de Futebol é capaz de plantar batatas no deserto e colher morangos. Sob a direção de Fernando Gomes, a FPF continua a faturar. Onde estão as suas equipas é quase sempre para ir longe e, por regra, ganhar. Parece que há uma estrelinha que guia Portugal no futebol de onze, no futebol feminino, no futebol de praia e no futsal.

Estamos agora a um passo de mais um titulo europeu. Espantoso? Há alguns anos, sim. Hoje, é a normalidade.

Obviamente temos a Espanha no caminho. Mas, caramba, a verdade é que a sempre tivemos no caminho para a Europa e fomos capazes de ter feitorias em Antuérpia.

Anúncios