Breitner, mas o da Silva, ainda anda por aí a fazer golos

O Leixões sofreu durante toda a primeira parte a pressão do Académico de Viseu mas guardou o melhor bocado para o fim desse período, quando Breitner descobriu uma nesga e rematou à meia volta para a rede, numa espécie de pontapé de moinho que Artur Jorge não desprezaria. O médio de ataque leixonense, formado nas escolas do Santos, tem vindo a subir de produção. Este foi o seu 8.º golo na corrente edição da 2.ª Liga. O futebolista de origem venezuelana, de 28 anos, chegou a Portugal em 2015 para vestir a camisola do União da Madeira, onde esteve duas épocas até chegar a Matosinhos. Breitner da Silva, que tem também nacionalidade brasileiro, tem a particularidade de ter nascido na mesma cidade de Leonardo Jardim, Barcelona, mas na Venezuela, claro.

Overath Breitner da Silva Medina é irmão do também futebolista Roberto Prosinecki e parece não restarem muitas dúvidas quanto às motivações do pai dos jogadores na hora de batizar os filhos.

Ainda quanto a este golo, note-se o facto de a bola não ter sequer ido ao centro pois o árbitro Carlos Xistra decretou de imediato tempo de intervalo.

 

 

Anúncios