Fábio Espinho: “Verdade desportiva? Vão dar música a outros”

O Boavista perdeu por 2-0 em Vila do Conde e saiu com muitas queixas da arbitragem de Hélder Malheiro, sobretudo relativamente ao lance do primeiro golo da equipa da casa, num lance em que a bola não terá transposto a linha de meta. Fábio Espinho, capitão de equipa do Boavista, reagiu assim:

“Hoje tenho que falar, tenho que dizer o que sinto, tenho que dizer o que me vai na alma. Estou revoltado, aliás, a revolta é geral, daqueles que trabalham arduamente como nós durante toda a semana , para depois chegarmos ao fim de semana e levarmos única e simplesmente o cansaço para casa, já que pontos não nos deixaram”.

[para os árbitros] Mudem de profissão porque erra tem de saber lidar com a crítica

Para prosseguir:

“Verdade desportiva? Vão dar música a outros. Nós jogadores, quando jogamos mal, levamos com críticas e temos que aguentar… Já que vocês, para além de não assumirem que erram, ainda se queixam por serem criticados. Mudem de profissão porque quem erra tem que saber lidar com a crítica. Parabéns a toda a equipa e a todos aqueles que se deslocaram ao estádio mesmo num dia chuvoso, não receio as consequências , ando no dia a dia sempre de cabeça erguida.”

26907415_10211066435071914_9007787952980338672_n

Anúncios