Pateiro diz que é tudo mentira

Conheço bem o João Ricardo Pateiro. Nunca duvidei da sua integridade, tal como da sua originalidade. A coragem é outro dos seus atributos, que se reflete bem neste artigo que hoje publicou n’ O JOGO.

. Esta semana foi tornado público um e-mail, alegadamente enviado por Carlos Janela ao presidente do Benfica, Luis Filipe Vieira.
Nesse e-mail, ou anexo de e-mail, aparece o nome de vários órgãos de comunicação social e à frente, entre parênteses, as iniciais, que a generalidade das pessoas, interpretou como sendo os nomes de jornalistas dessas empresas.
Exemplo: TSF Porto (RP) – Euros 400,00.
O objectivo desse alegado e-mail, enviado para o presidente do Benfica, seria o de criar uma rede de informadores (jornalistas/comentadores) que prestariam informações, a troco de uma avença mensal, tendo como objectivo a criação de um blogue, chamado Verdade Desportiva, que serviria para fazer a defesa do Sport Lisboa e Benfica.
Posto isto, quero dizer o seguinte:
Se (RP) significar Ricardo Pateiro, e na TSF Porto não há outro jornalista que responda por essas iniciais, posso garantir que é TOTALMENTE FALSO o meu envolvimento neste processo. Nunca fui abordado nesse sentido, nunca me insinuaram algo que se parecesse sequer com o que está naquele e-mail e nunca recebi dinheiro que não fosse das minhas entidades patronais e de umas cantorias que me dão muito gozo fazer.
Quero dizer também que nunca ouvi falar deste blogue que, supostamente, estaria a ser preparado.
Como é evidente, se tivesse sido contactado nesse sentido, teria rejeitado imediatamente envolver-me num projecto que vai contra todas as regras da ética e deontologia a que um jornalista tem de obedecer.
Ao estar a fazer uma ligação das iniciais (RP) ao meu nome não estou a enfiar a carapuça, mas não sou tonto e sei que toda a gente estabeleceu esse paralelo. O que eu não quero, o que não admito, é que me enfiem a carapuça à força.
Quero que este caso seja investigado até às últimas consequências. Não admito que o meu nome fique manchado por algo que é TOTALMENTE FALSO.

Estou inocente neste processo e é terrível ser acusado de algo que nunca fiz. Tenho orgulho no meu percurso profissional que é inatacável.
Quero que este caso seja investigado até às últimas consequências. Não admito que o meu nome fique manchado por algo que é TOTALMENTE FALSO.
O senhor Carlos Janela já veio dizer publicamente que o e-mail, ou anexo de e-mail, não é verdadeiro! Se o Senhor Carlos Janela estiver a dizer a verdade, faço também questão que se investigue no sentido de saber quem falsificou este e-mail. Se o senhor Carlos Janela não estiver a dizer a verdade, eu quero que ele explique como é que o nome da TSF e, supostamente, o meu aparecem naquele documento.
Não sou juiz e detesto julgamentos populares. Defendo a presunção da inocência de qualquer cidadão. Há locais próprios para estas questões serem tratadas e julgadas. E é lá, nos tribunais, que eu exijo que o assunto seja esclarecido.
Não quero deixar de agradecer as inúmeras mensagens de apoio e solidariedade que recebi ao longo dos últimos dias por parte de camaradas de profissão, amigos e pessoas que não me conhecem mas que apreciam o meu trabalho.
Gostava também de agradecer à direcção da TSF, na pessoa do director, Arsénio Reis, ao director do Jornal O JOGO, José Manuel Ribeiro e ao Rui Orlando, da SPORTtV, todo o apoio e confiança que depositam na minha pessoa.
No fundo, são as três empresas para quem trabalho, as únicas camisolas que visto, os únicos que me pagam.
Peço aos leitores do jornal O Jogo que compreendam o facto deste ser o ponto único da crónica deste domingo, mas eu fiz questão de deixar clara a minha posição, pois desejo que me continuem a ler sabendo que a única coisa que me move é o interesse jornalístico dos temas e a minha consciência.
Quem acompanha os meus textos, neste Roteiro do Pateiro, poderá atestar da minha isenção e honestidade intelectual e profissional.
Espero que, com esta crónica, seja colocado, definitivamente, um ponto final no envolvimento do meu nome neste processo.
Voltarei no próximo domingo com mais um Roteiro do Pateiro… No Jornal de sempre.
Ontem, de manhã, fiz a narração do Leixões/Famalicão… Na Televisão de sempre…
E hoje, à noite, estarei no Dragão para relatar o Porto/Vitória… Na Rádio de sempre.
 
Anúncios