FPF orgulha Portugal

Por incrível que pareça, há quem não aprecie o trabalho que Fernando Gomes e a sua equipa, na qual se destaca o CEO Tiago Craveiro, tem feito na Federação Portuguesa de Futebol.

Gomes aproveitou o que de melhor a FPF tinha em vez de aplicar a técnica habitual da vassourada geral. E levou consigo os melhores que conhecia. Não ficou satisfeito. Tratou rapidamente de garantir também outras pessoas de elevado potencial e que rapidamente se tornaram mais valias da FPF.

Fernando Gomes não otimizou a FPF, Fernando Gomes quis que a FPF foi uma instituição de excelência. Não se ficou pelo ótimo, quis ir ainda mais além.

O resultado está à vista mas ainda há quem resista, ainda há quem diga não. Na minha modesta opinião, é apenas mais um sinal de que se está no caminho certo.

 

Anúncios