Seleção já aterrou em Andorra

 

A Força Aérea Portuguesa tem uma dúzia de C-295 mas foi este que transportou hoje a seleção portuguesa de Lisboa ao aeródromo de Andorra. Adaptada para o transporte dos nossos jogadores, o bimotor turbo-hélice demorou cerca de 3 horas e proporcionou um voo sereno. O C-295 custa sensivelmente 24 milhões de euros e é utilizado para transporte de tropas e também para patrulhamento marítimo. Tem capacidade, por exemplo, para 70 paraquedistas e atinge uma velocidade máxima de 576 quilómetros/hora, tendo autonomia de voo para 5.400 quilómetros (ou seja, dava para ir a Andorra e voltar a Lisboa caso Cristiano Ronaldo se esquecesse do telemóvel).

 

 

Anúncios