Um caso raro de devoção por Miklos Feher e pelo Benfica

 

Vítor Manuel Oliveira, 55 anos, natural de Matosinhos e tesoureiro da Casa do Benfica nesta cidade, tem um ritual que nunca falha. Todos os anos desloca-se a Gyor, na Hungria, e presta a sua homenagem ao malogrado Miklos Feher, ponta-de-lança que faleceu em campo ao serviço do campo encarnado no dia 25 de janeiro de 2004, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães. Na companhia da esposa, Sameiro, e de amigos húngaros, Vítor Oliveira desta vez levou a Miklos o cachecol do 36.º campeonato conquistado pelo Benfica.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s