Jogo Duplo: Leixões vai defender que proibição de participação nas Ligas profissionais vai além do limite penal

img_818x455$2017_05_20_23_27_27_630179 (1).jpg

BnA sabe que o Leixões vai defender, em fase já de instrução do processo ‘Jogo Duplo’, no qual está indiciado por um crime de corrupção desportiva, que a medida proposta pelo Ministério Público de proibição de participação nas I e II Ligas durante um período nunca inferior a três anos vai para além do limite penal fixado. A lei prevê apenas a despromoção no caso de um clube ser condenado por corrupção desportiva. O Leixões irá também defender que, no caso que se reporta ao jogo Oliveirense-Leixões da época de 2015/16, relativo à última jornada, não cometeu qualquer ilegalidade, ao contrário do que defende o MP.

Para o MP, Carlos Oliveira, o então presidente da SAD leixonense, Nuno Silva, diretor desportivo, e Pedro Miguel, na altura técnico leixonense e hoje a orientar a…Oliveirense, “estavam cientes de que não podiam prometer a jogadores do clube adversário o pagamento de quantias monetárias ou a sua contratação no ano seguinte para que estes prejudicassem o clube que representavam”, assim deturpando a verdade desportiva.

Ainda para o MP, Carlos Oliveira, Nuno Silva e Pedro Miguel “atuaram, sempre e simultaneamente, por si e na qualidade de representantes e colaboradores, no interesse do LEIXÕES SPORT CLUBE, SAD, com a intenção de obter, no contexto da execução da sua conduta, a permanência da respetiva equipa de futebol na II Liga e a consequente obtenção de receitas mais elevadas”.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s