Ficheiros secretos da Bairrada

Já havia essa suspeita, agora foi algo de oficializado pelo Record. Bruno de Carvalho e Pinto da Costa, que se confundem com os respetivos clubes, quando não se sobrepõem, estão unidos contra o inimigo comum – o tricampeão Benfica, renascido das cinzas e a ameaçar de novo ser hegemónico no futebol português. BnA teve acesso ao conteúdo de uma conversa, ocorrida na Meta dos Leitões, na Bairrada, entre os senhores Bruno da Costa e Pinto de Carvalho. Embora nada tenha a ver com isto, passamos a reproduzi-la.

BC – Muito obrigado por aceitar este encontro num local tão aprazível, onde é sempre bom voltar.

PC – Não tem que agradecer. Só tem de pagar a conta no fim.

BC – Certamente, certamente. Mas antes que venha o bichinho, vamos ao que interessa.

PC – Espere um bocadinho. Isto é muito importante. Acompanha com Sarmentinho ou com Castiço.

BC – Obviamente com Castiço.

PC – Bem me parecia. Para mim é água do Luso.

BC – Posso tirar umas passas com o meu cigarro eletrónico?

PC – Força, mas se quiser um Apolo 20 ainda tenho aqui no bolso um maço esquecido…

BC – Muito obrigado. Bem, o que estou a pensar para derrotar o nosso inimigo comum…

PC – Meu caro amigo, não pense muito, já o vejo a deitar fumo por todo o lado e isso pode ser perigoso. Cuide dessa saúde, caso contrário não chegará aos 80 anos. Isto não vai lá com pensamentos mas com ações.

BC – Estou a entender. Está ali um senhor num Porsche amarelo. Será que é quem eu penso que é?

PC – É.

BC – Ah bom, é nestas alturas que me faz falta o inspetor.

PC – Não se arme em morcão. Acabo de vir da casa de banho e encontrei lá um árabe seu amigo.

BC – Foi coincidência. Vem todas as semanas à Meta comprar leitão para o tio avô.

PC – Deixe lá isso, é só fumaça, é só fumaça, o povo é sereno.

BC – Quanto ao que podemos fazer…

PC – Você não faz nada. Deixe-se estar sentadinho aí a fazer fumo e a ganhar apetite para o bichinho. Beba mais um copo de Castiço. Quem define a estratégia sou eu, que já ando há muitos anos a virar frangos.

BC – E frangas?

PC – Esteja calado e tenha cuidado é com as imitações. E sobretudo tenha cuidado com o que guarda nas gavetas lá de casa e nunca, mas nunca, lhe peça para contarem histórias do Capuchinho Vermelho.

BC – Mas, amigo…

PC – Nem mas nem meio mas. Coma, beba e esteja calado. Já tenho tudo tratado. Este ano não há nada para eles.

BC – Não?

PC – Este ano é tudo para nós!

BC – Para nós os dois?

PC – Homem, só para nós. Ou pensa que estou a falar de direitos televisivos. O comando é meu.

BC – Ok, certo, então qual é o meu papel no me(i)o disto tudo?

PC – O do costume. Faz fumaça.

BC – Ora bolas, acabou a pilha do cigarro eletrónico.

PC – Coma e cale-se.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s