Carlos Janela não confirma nem desmente: “Ninguém me dá aulas de integridade moral”

Carlos Janela admitiu esta noite que colabora “com vários clubes nacionais e internacionais” e disse que não vai agora “expor esses clubes”. Acusado de ser o autor da ‘Cartilha do Benfica’, Janela disse que trabalha há 25 anos “em vários clubes” e recusou-se a “quebrar uma regra de honra”. Ou seja, pouco disse sobre se é o autor ou não dessa cartilha. “Neste debate, o Carlos Janela representa-se a si próprio e ninguém me dá aulas de integridade moral ou de isenção, aqui sigo sempre as minhas convicções”, adiantou. “Vou ouvindo e vou vendo e se alguém persistir em ultrapassar a fronteira da legalidade, reservo-me o direito de atuar em conformidade”, acrescentou.

“Sempre fui um homem livre e de bons costumes e deste documento não posso falar, só posso dizer que parece ter vários autores”, foi tudo o que disse, reservando-se ao direito de acionar meios legais, convicto de que sairá vencedor de qualquer processo.

Resumindo e concluindo, Carlos Janela não confirmou nem desmentiu. O que foi bastante esclarecedor, por incrível que pareça.

Anúncios