O regresso do rapaz alto e louro que não era um pinheiro plantado no ataque (o Benfica hoje ganha por 3-0, diz)

20170401_103359

Não era o tal jogador “alto e louro” que José Maria Pedroto glosava – esse era o dinamarquês Maniche. Mas Mats Magnusson prolongou a tradição nórdica no Benfica, onde chegou em 1987, depressa mostrando que tecnicamente era superior a Maniche. Esteve 5 épocas no Benfica e foi mais um jogador contratado com a chancela de Gaspar Ramos, o responsável pelo futebol encarnado de que Pinto da Costa estava sempre a falar. Esta semana, o encontro entre ambos foi emocionante, tal como transpareceu das imagens transmitidas pela BTV. Gaspar Ramos, que saiu do Benfica em 1992 com vários títulos na sacola, aproveitou para aconselhar o seu clube a explorar o filão sueco. “Os suecos são jogadores normalmente muito inteligentes e com grande capacidade física”, sublinhou sobre o antigo jogador que vaticinou este sábado uma vitória do Benfica por 3-0.

Magnusson chegou ao Benfica com 23 anos e hoje tem 53. O sueco marcou 64 golos na Liga portuguesa, em 121 jogos disputados. O tal rapaz alto e louro que não era apenas um pinheiro plantado no ataque.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s