Jogo Duplo 2: Abel Silva também caiu na rede. Saiba o ‘modus operandi’ dos cabecilhas

088_001.jpg

Há um campeão de Riade nas malhas da operação Jogo Duplo, conforme revela hoje o Correio da Manhã. Trata-se de Abel Silva, defesa direito que integrou a seleção portuguesa que venceu o Mundial de sub-20 disputados em 1989, na Arábia Saudita. Abel estará indiciado de corrupção ativa, ou seja, seria ele a contactar jogadores no sentido de estes manipularem resultados, de forma a serem obtidos ganhos extraordinários nas apostas desportivas. Outro dos arguidos é Bruno Mendes, membro dos Super Dragões e alegadamente com um papel semelhante ao do antigo campeão do mundo que passou pelo Benfica.

Abel Silva vive em Vila Franca de Xira e é dono de um restaurante, Abel começou a sua carreira no Atlético, e depois ingressou nas camadas jovens do Benfica mas não conseguiu afirmar-se na equipa principal, sendo emprestado a Académica, Marítimo e Penafiel. Jogou depois no V. Setúbal, no Felgueiras, no Campomaiorense, no Estoril e no Alverca.

Com base nos elementos colhidos pela investigação e que estão a ser apurados e depurados, “resulta amplamente demonstrado um fim comum a todos os envolvidos: de alterar resultados desportivos com vista a um enriquecimento patrimonial ilegítimo, fruto de uma ação concertada orientada pelos cabecilhas da rede, os único que possuíam contactos efetivos com a estrutura internacional da organização, que acionavam apostas sobretudo na Ásia, das quais resultavam mais valias avultadas. A investigação considera “personagens menores” todos os outros envolvidos “personagens menores” pois “apenas” aceitavam dinheiro para adulterar a verdade desportiva ou serviam simplesmente como correios. É diverso o caso de Carlos Oliveira, ex-presidente do Leixões, e Nuno Silva, ex-diretor desportivo do mesmo clube, pois não integravam esta associação criminosa, surgindo no processo, segundo a tese da investigação, com o propósito de garantir a vitória do clube de Matosinhos em Oliveira de Azeméis no último e decisivo jogo do campeonato.

Um dos pormenores apurados pela investigação dá mesmo conta de uma vídeo-chamada dos jogadores do Oriental envolvidos com um dos elementos estrangeiros da rede, para atestar a disponibilidade dos primeiros para adulterar o resultado do jogo a favor dos apostadores.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s