Avô Miura e o árbitro daltónico

Coisas giras este fim-de-semana no futebol japonês, começando pelo feito do veterano, perdão avô, Miura. O avançado marcou o golo da triunfo do Yokohama  sobre o Gunma, jogo da 2.ª Divisão, tornando-se o primeiro jogador com mais de 50 anos a marcar na Liga japonesa.

Precisamente uma semana depois de ter ultrapassado o recorde de longevidade do inglês Stanley Matthews, Kazuyoshi Miura, ainda profissional de futebol com 50 anos e 15 dias, diz que está aí para curvas e fala bem… português, pois o seu início de carreira foi no Brasil, onde jogou durante 9 anos. Miura ainda jogou no Génova, Dínamo Zagreb e Sydney, sempre curtas experiências de uma época, e está há 13 anos no seu actual clube.

O protagonista que também esteve num Mundial de… futsal já afirmou que quer jogar atá aos 60 anos, fazendo muita gente sorrir… mas para quem já aguentou até aos 50, nunca se sabe!

Entretanto, quem partiu o caco a rir foram os jogadores e adeptos de duas equipas, também num duelo da 2.ª Divisão japonesa. Ao que parece, o árbitro do jogo entre o FC Gifu e Masumoto Yamaga, era daltónico e não conseguia distinguir os equipamentos durante toda a primeira parte, sendo que o pormenor é que uma estava de verde e outra de cinzento. Na segunda parte, a ordem foi para uma delas mudar…

Anúncios